Página Inicial

quarta-feira, 21 de fevereiro de 2018

Procrastinação, Finanças e Vida Frugal !!!

Fala Pessoal,

Vamos deixar a preguiça de lado e voltar a postar com maior frequência, além de tentar ter ânimo para postar, espero também conseguir mudar o lay-out do Blog em breve.

Do final do ano até o início desta semana onde eu tive férias, emenda de carnaval, pouca demanda no trabalho e etc. além de ter viajado conforme relato no meu último post, logo após eu ter viajado e aproveitando o ócio do meu trabalho logo depois que as férias terminaram, eu voltei a ficar viciado nessas desgraças de redes sociais. No Facebook e Whatsapp, vendo brigas, discussões em grupos da região onde eu moro além de outros tipos de grupos, no Whatsapp então estou em pouco mais de uma dezena de grupos, só besteiras !!!

Nem preciso falar que isso tira o foco em coisas que realmente são importantes como estudar, cuidar da saúde, emprego e muitas outras atividades interessantes do que ficar em redes sociais, isso que ocorreu comigo nada mais é do que a famosa procrastinação, ainda bem que já estou saindo fora deste vício, e voltei ao ritmo das minhas atividades e não estou deixando nada em segundo plano, a única coisa que olho ainda com frequência são os Apps de encontros, pois aí é pedir d+ rsrsrs.



Esse foi eu durante esse ciclo vicioso das Redes Sociais

Bom nos hiatos em que deixei de lado as redes sociais, li algumas noticias interessantes e quem merecem ser compartilhadas com vocês, e que deixa bem claro a diferença entre culturas, no caso a nossa Brasileira em relação a cultura de outro país:


Fim da compra parcelada (sem juros) utilizando o cartão de crédito: Conforme explicado neste LINK e também neste LINK nada mais nada menos que uma associação composta dos grandes Bancos que são detentores da maior fatia dos cartões de crédito emitidos no Brasil, querem simplesmente diminuir ou acabar com a vendas parcelada sem juros, a desculpa é que poderá ser feito uma espécie de crediário utilizando o cartão de crédito, com a cobrança de juros e simplificando a burocracia. Bom nem preciso dizer que se isso acontecer o mercado sofrerá um desaquecimento, e quem irá sofrer são os lojistas, até concordo que o Brasileiro é um povo que não sabe utilizar o cartão, mas em um país em que tudo custa os olhos da cara, até mesmo aqueles que tem um certo controle as vezes só conseguem comprar bens em parcelas sem juros, e agora?? enfim vamos ver até onde isso vai !!!



Uma outra notícia interessante, apesar de ser antiga e já ter sido debatida em outros portais na internet, é o caso em que Colaboradores (Já que o pessoal Nutella de RH não gosta de usar o termo funcionário) do Google moram dentro do estacionamento da empresa para economizar com estadia, alimentação e etc.

A reportagem pode ser lida na íntegra neste Link

Para resumir, o Google e outras empresas do Vale do Silício são conhecidas por serem ótimos empregadores com generosos benefícios aos seus colaborares tais como Refeição no local, Academia, Chuveiro, Serviço de Lavanderia, Internet,entre outros.

A região é conhecida por ter um custo de vida alto com aluguel e gastos do dia-a-dia, mas aí entra o senso de economia ou de esperteza, se preferir, de alguns colaboradores que ao invés de ter gastos com casa, comida, água, luz e etc, passaram a comprar Vans/Trailers, e foram morar no estacionamento da empresa, levando uma vida frugal e aproveitando os benefícios dados pela empresa, sendo que praticamente usavam seus veículos para dormir.




 Imagens retiradas da reportagem do UOL

Bom não sei o que vocês acharam, uns podem estar pensando: "Cara, esse pessoal trabalha em uma empresa onde todos querem trabalhar, ganham bem e precisam disso? Viver na avareza". Por mais que seja um argumento bom, se parar e prestar atenção, todos esses que ficaram morando na aba da empresa por um tempo, utilizaram os recursos economizados para conquistar um objetivo, não é fácil morar em um Trailer, imagine a situação por exemplo do casal da foto, assim como na vida quanto em finanças, a frase que eu vi no final da reportagem de autoria de um ex-colaborador do google resume tudo:


Não sou de fazer textos filosóficos, mas para quem estava até poucos dias procrastinando, essa frase virou um incentivo !!!



É isso aí pessoal, até a próxima....




 

35 comentários :

  1. Opa, Stifler vi teu comentário no meu blog e passando aqui vejo que escreveu sobre procrastinação uahuahuaha preciso mesmo deixar de fazer isso. Tenho tantas ideias mas a preguiça não deixa sentar e digitar tudo! Vou me esforçar, valeu, abraço!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Exato Tirano, tem muitas coisas que eu quero fazer e vou deixando para lá... procrastinação só piora, vamos ver se de agora em diante consigo aumentar a minha atenção em coisas realmente úteis !!

      Excluir
  2. Olá SP,

    Esses grupos só atrasam a vida.
    Esse cara pagando uma pensão salgada, tem que fazer de tudo para economizar mesmo.

    Abraços.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. hahahaha, também pensei nisso, mas partido do presuposto que ele ganha bem até que foi inteligente né? rs

      Excluir
  3. Velho, muito legal a informação dos funcionários do Google, não conhecia!

    Eu fico pensando... se a maioria for aqueles tipos de nerds acho que eles estão é certos mesmo... Para que ter casa grande, com piscina e afins, se no fundo eles ficam ligados na telinha o tempo todo rsrs?

    Abraço!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Poxa André, também pensei isso rsrs, mas olha só eu também sou de TI e não sou nerd, tudo que que não trabalho no Google rsrsrs mas de qualquer forma ter um objetivo é bom !!

      Excluir
  4. A procrastination é realmente um problema. Eu tenho resolvido isso fazendo uma lista de objetivos sejam diários, semanais ou mensais do que devo fazer, comprar et cetera e tenho até uma lista de qual tarefa doméstica devo fazer naquele dia.

    Em relação a compras parceladas com juros isso já ocorre em várias compras on line onde fala acima de 6x juros de tanto porcento. Não acho que muda nada a questão do brasileiro é se a parcela caiba no orçamento, se couber eles vão continuar comprando do mesmo jeito.

    E esse pessoal do Google? Cara eu moraria num trailer de boas. De fato eles ganham muito bem, mas é sempre bom pensar no futuro, muitos desses caras aí devem sonhar em ter sua própria empresa, se for pra isso ou pra ter a IF vale a pena, agora se for pra casar e comprar casinhas americanas eles não passam de simps amaldiçoados pela misadria.

    Ótimo post Stifler.

    Abraço

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Isso aí Kraft, não adianta todo o sacrificio para depois cair na Matrix né? rsrsrs espero que os que fazer isso tenham inteligência depois para administrar a vida de uma melhor forma. Seu blog dá altas dicas de atividades legais, ajuda e muito o pessoal não cair na Procrastinação !!

      Excluir
  5. stifler, uma coisa que me ajuda a combater a procrastinação é uma lista de tarefas, o wunderlist.
    PS: me add no seu blogroll. abraço!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Fala Marcelo, valeu pela dica !!! vou te add aqui já !! abraços

      Excluir
  6. Fala Stifler!

    Procrastinação é uma praga mesmo atualmente. Eu estava meio na inércia até o final do ano passado. Ainda to no pique da virada de ano e consegui mudar bastante minha rotina. Estou estudando, fazendo exercícios, lendo mais e filtrando muito mais as séries e filmes que assisto.

    Quanto a provável abolição do parcelamento em cartão, só digo que essa decisão atende ao interesse de alguma classe em específico e não vai resolver problema algum. Achar que acabar com o parcelamento em cartão vai resolver o problema do endividamento das pessoas é similar a achar que matando todos os traficantes, vai curar o viciado em drogas. Tanto o endividado quanto o drogado vão encontrar outras formas de se manter na inércia. Quem tem dívida geralmente tem aquele pensamento de que pra ter as coisas tem que financiar. Só vão trocar seis por meia dúzia, largar o cartão e começar a contrair empréstimos e financiamentos em outros lugares. Deve ter quase uma dezena de alternativas igualmente acessíveis pra quem quer se endividar sem ser no cartão de crédito...

    Quanto aos "inquilinos" do Google: Eu, se fosse solteiro, com a mentalidade que tenho agora, se conseguisse um trabalho lá ganhando bem, faria igual. Estão certos eles em viver de maneira frugal de modo a conquistar objetivos...

    Abraço!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Valeu pela visita IW, você está certo, o endividamento não vai cair, eles querem é ganhar com os juros, sobre o google compartilho a mesma opinião que você, eu poderia estar muito melhor se eu tivesse a mesma mentalidade que tenho hoje, mas nada de olhar para trás rs

      Excluir
  7. Caraca, eu vi essa reportagem ai dos funcionários do Google.
    Vou mostrar pra minha noiva, dizer pra ela que ela é privilegiada de morar em uma kitnet !! kkkk..

    ResponderExcluir
  8. Fala SP!

    Esse mês de fevereiro fiquei um pouco na inércia também, mas foi mais por desanimo mesmo. Mas sempre passa eu volto no meu foco.

    Abraços e sucesso!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Pois é... eu também sou assim, vamos ver se ano que vem fico nessa inércia também (espero que não)

      Excluir
  9. morar em um trailer americano e trabalhar no mega complexo da sede do Google é uma coisa.

    Só não dá para aplicar isso no Brasil e achar que morar numa Kombi no estacionamento de um shopping é o céu da frugalidade.

    abs!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Sim.. concordo, aqui o cara seria roubado se morasse na rua rs

      Excluir
  10. Excelente Artigo Sfiffler, um padrão de vida inacessível para maioria de nós concorda?

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Sim.. concordo, tanto pelo lado de morar em um trailer, quanto arrumar uma empresa ou trabalho com tantos beneficios assim !

      Excluir
  11. O Google realmente sabe como reter talentos, rs. Povo agora tem que transar no estacionamento da empresa, é o fim da picada, rs.

    ResponderExcluir
  12. Força aí Stif, todos os dias eu penso que se eu não fosse tão procrastinador, poderia estar ursufluindo de uma vida melhor, mas o que passou, passou, abraços.

    ResponderExcluir
  13. Quem nunca procrastinou, que atire a primeira pedra..

    E quanto ao pessoal do Google, eu costumo pender mais para o lado de ser rigoroso nos sacrifícios em busca da IF, mas isso aí já ultrapassou kilômetros o conceito de frugalidade! Abraço do DM!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Fala DM, isso é avareza...kkkk ter vida frugal é uma coisa, ser avarento é outra.

      Excluir
  14. Fala SP

    Eu sempre tendo ser menos procrastinador, mas acabo procrastinando essa decisão.

    ResponderExcluir
  15. Pois é, isso de acabar o parcelamento me lembra aquele povo que acha que nao deveria haver nenhuma regulação em nada. regulação... Pra que, deixa que o mercado se auto-regula e todos saem ganhando. #sqn
    Quanto a procrastinação, me ajudou fazer todo dia uma lista do que tenho que fazer durante o dia... E tentar cumpri-la.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Boa, vou tentar fazer uma lista, já percebeu que quanto mais velho, mais tarefas temos para fazer... quero minha minha infância de volta rs

      Excluir
  16. Fala, SP.

    Tbm tenho sofrido na luta contra o vício nas redes sociais. Perco muito tempo com essas b#stas...

    Eu não tenho esse ânimo todo pra frugalidade a ponto de morar num trailer kkk

    Seria legal fazer um tour pelo nordeste brasileiro, mas morar não daria pra mim.

    Abraço!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Pois é... diminuí esse mês, mas ainda assim estou olhando essas malditas redes sociais kkk

      Excluir
  17. Esse cara frugal foi um herói, lembro quando li a história dele. Poucos tem capacidade para pensar lateralmente e agir desse modo.

    ótima postagem!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Realmente foi um heroi em frugalidade rsrs valeu pela visita !!

      Excluir
  18. Se você está procurando apartamentos de alto padrão na praia, conheça a Riviera de São Lourenço. Acesse: www.pratesimoveisriviera.com.br

    ResponderExcluir